Pequenos negócios paranaenses criaram 22 mil novas vagas em outubro, 3ª maior do país

 

 

 

 

 

O Paraná teve um saldo positivo de 22.185 novos empregos a partir dos pequenos negócios em outubro, o que representa 67% do saldo total de empregos (33.008) considerando empresas de todos os portes. O número coloca o estado entre o terceiro com o maior número de empregos criados entre as PMEs no período, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais.
Já o saldo de vagas a cada 100 empregados para as micro e pequenas empresas foi de 15,61, o 11º maior entre todos os estados brasileiros. Os números fazendo parte de um levantamento realizado pelo Sebrae a partir dos números fornecidos pelo Ministério da Economia, a partir do Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais, Previdenciárias e Trabalhistas (eSocial).
As MPEs estiveram entre as empresas mais afetadas pela crise do coronavírus, especialmente nos primeiros meses de pandemia, mas têm apresentado uma recuperação gradual nos últimos meses com seguidas altas na geração de empregos. Apenas em relação a setembro, quando foram criados pouco mais de 15 mil postos de trabalho, o aumento no saldo de vagas para essas empresas foi de mais de 40%.
Dessa maneira, o saldo de empregos gerados por essas empresas entre janeiro e outubro de 2020 passou a ser positivo, com geração de 20.511 vagas, a quarta maior marca do país. Até setembro, o saldo total do ano era negativo. Ao se considerar o saldo a cada 1000 empregados para esse período de dez meses o número é de 14,4 (14º no ranking brasileiro).
Ao se considerar as empresas de todos os portes, o saldo é de 33.615 novas vagas geradas em 2020, sendo os pequenos negócios responsáveis por 61% desse total. Outubro foi o quinto mês seguido com saldo positivo de vagas no estado.
Para o presidente do Sebrae, Carlos Melles, mais uma vez se confirma a importância das micro e pequenas empresas para a economia brasileira. “A enorme capacidade de resiliência e de recuperação dos pequenos negócios mostra o quanto foram acertadas as políticas públicas que reduziram a burocracia e melhoraram o acesso a crédito, por parte das MPEs”, comenta Melles. Ele defende que, com a continuidade dessas políticas, os pequenos negócios serão capazes de acelerar a retomada da economia e superação das adversidades impostas pela crise causada pela pandemia.
Brasil
Em nível nacional, o levantamento aponta que as micro e pequenas empresas estão bem próximas de recuperar todos os empregos perdidos durante a pandemia do coronavírus. No último mês de outubro, essas empresas geraram um saldo líquido de 271 mil postos de trabalho (68,6% do total de empregos gerados no país), o maior número de 2020. Com isso, no acumulado entre janeiro e outubro, o saldo de empregos apresentado pelas MPE ficou negativo em apenas 26 mil empregos (de janeiro a setembro era de -294,3 mil).
Neste ano, o pior período experimentado pelas MPE foi o de março a junho, quando acumularam um saldo negativo de pouco mais de um milhão de empregos, com um pico em abril. Nos piores meses da crise, os pequenos negócios chegaram a fechar pouco mais de 1 milhão de vagas. Porém, de julho a outubro, voltaram a contratar mais do que demitir, registrando saldos positivos de empregos em todos esses meses.
Os dados apontam ainda que as médias e grandes empresas apresentavam, em outubro, um saldo negativo acumulado de pouco mais de 215 mil vagas (oito vezes maior que o resultado das MPE). Ainda segundo o Sebrae, em outubro, as médias e grandes empresas geraram um saldo positivo 123 mil postos de trabalho; menos da metade do saldo gerado pelas micro e pequenas. No geral, o país apresenta um saldo acumulado (janeiro a outubro) de -171.139 vagas.

Empregos nos pequenos negócios em outubro

Paraná

Saldo outubro  –  22.185 vagas (3º do Brasil)

Saldo por 1000 empregados é de 15,61 (11º no Brasil)

De janeiro a outubro

Saldo de 20.511 (4º do Brasil)

Saldo por 1000 empregados é de 14,44 (14º do Brasil)

 

 

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *