Metade das mortes de jovens é por causas evitáveis

A metade das mortes de jovens entre 10 e 24 anos em países do continente americano ocorre por causas evitáveis. As três principais são os homicídios, os acidentes de trânsito e os suicídios. O dado é de relatório recente da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) que analisa informações sobre a saúde dos jovens das Américas entre 2010 e 2018

O relatório registra que a taxa de mortalidade de jovens na região é maior entre os homens. Os homicídios matam a cada ano mais de 45 mil jovens entre 15 e 24 anos nas Américas. A maioria dos casos envolve armas de fogo.Outro dado mostra que a taxa de suicídios vem aumentando em toda a região e as mortes também atingem, principalmente, os jovens do sexo masculino.  São cerca de 12 mil mortes por suicídio a cada ano na faixa etária entre 15 e 24 anos.Em relação ao trânsito, os condutores jovens têm até dez vezes mais probabilidade de se envolver em acidentes que os adultos. Aproximadamente 30 mil jovens de 15 a 24 anos morrem a cada ano no trânsito nas Américas.O número de casos de gravidez entre jovens também foi analisado pela Opas. A conclusão é que a América Latina e o Caribe tiveram a segunda taxa mais alta de gravidez entre jovens de 15 a 19 anos no período entre 2010 e 2015.

O informe sugere que, além de ações para melhorar a saúde dos jovens da região, é preciso que o atendimento envolva outras áreas, as famílias, as escolas e a comunidade para atuarem no sentido de melhorar as condições de vida dessa faixa etária. Sugere também a adoção de ações dirigidas a grupos vulneráveis como os indígenas e afrodescendentes. O relatório da Opas analisou dados de 48 países e territórios das Américas.

 Yara Aquino – Agência Brasil 

Edição: Lílian Beraldo

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *