A indústria 4.0. Entenda o que é e o seu avanço

Você sabe o que é e como funciona a indústria 4.0? Entenda como funciona seu conceito e aplicações.

O impacto esperado pela indústria 4.0 é que ela traga aumento da produtividade no ramo industrial, assim como a internet trouxe para diversas áreas.

Em 2011, durante a Feira Industrial de Hannover, a mais importante da Alemanha, o termo indústria 4.0 foi utilizado pela primeira vez para o público.

A partir de então, esse conceito proposto pelo governo alemão vem tomando de conta das formas atuais da indústria.Visando uma mudança na forma como as indústrias atuam hoje, otimizando o seu funcionamento, todo mundo que faz parte desse ramo precisa conhecê-lo a fundo.

Foi pensando nisso que resolvemos trazer aqui esse artigo com tudo o que você precisa saber sobre o que é a indústria 4.0.

Acompanhe até o final e fique atualizado sobre esse assunto.

O que é a indústria 4.0?

A indústria 4.0, termo cunhado na feira de Hannover de 2011, é um conceito referente a uma revolução no modelo industrial conhecido nos dias atuais.

Levando-se em conta a história pregressa da revolução industrial, que já passou por três fases, a indústria 4.0 seria a quarta fase desse processo.

Através dessa nova revolução, ocorreria a descentralização total e completa dos processos produtivos das indústrias.Juntando-se a isso estaria a interconexão de dispositivos ditos inteligentes dentro da complexa cadeia de produção e logística industrial.

O impacto esperado pela indústria 4.0 é que ela traga aumento da produtividade no ramo industrial, assim como a internet trouxe para diversas áreas, como a comunicação e as transações bancárias.

A indústria 4.0 é baseada em 5 princípios, que são:

1. Modularidade: esse princípio visa conceber flexibilidade aos processos. O módulo de produção será feito de acordo com a demanda, por isso o acoplamento e o desacoplamento de cada um é individualizado e personalizado. Isso permite melhor aproveitamento e maior lucro2. Descentralização de processos: o sistema cyber-físico terá poder de tomar decisões de acordo com as necessidades da produção da fábrica em tempo real. Os módulos irão trabalhar de maneira descentralizada, para que todo o processo de produção seja especializado e aprimorado3. Virtualização: os processos da fábrica poderão ter seu monitoramento feito todo de forma remota, através de sensores tecnológicos espalhados por toda a estrutura física do local4. Capacidade de operação em tempo real: as informações poderão ser coletadas/adquiridas e analisadas em tempo real, permitindo a tomada de decisão enquanto ocorre a produção, além de um maior conhecimento de todo o processo5. Orientação a serviço: os serviços poderão ser orientados todos pela internet, através da conhecida “nuvem”

Exemplos de aplicação da indústria 4.0

Existem alguns modelos em que a tecnologia a serviço da indústria já está sendo aplicada para encontrar soluções e melhorar o funcionamento de empresas.

Um exemplo de aplicação da indústria 4.0 é o LoweBot, um robô lançado há 3 anos que auxilia o cliente a encontrar o produto desejado em uma loja, conversando diretamente com ele em duas línguas.

Como o robô possui capacidade de operação em tempo real, ele consegue facilmente rastrear se o produto desejado existe no estoque e em qual local ele se encontra.

A indústria 4.0 também pode ser aplicada em lojas através da utilização de “carrinhos virtuais inteligentes”.

O cliente pode utilizá-lo sem a necessidade de estar guiando o carrinho, que funciona por meio de um sensor e de reconhecimento de imagem, assim ele permanece sempre próximo ao cliente e desvia de qualquer obstáculo.

Esses são apenas alguns exemplos da aplicação da indústria 4.0, que irá impactar em diferentes setores, garantindo soluções em áreas diversas.

Indústria 4.0 no Brasil

A indústria 4.0 ainda não é uma realidade tão próxima no Brasil, mas não quer dizer que o país não possa logo alcançá-la.

Para a maioria dos especialistas na área industrial, a indústria atual brasileira está em transição entre a 2.0 e a 3.0, o que faz com ela seja bem defasada em comparação a outros países desenvolvidos.

Entretanto, é possível que o Brasil pule várias etapas que foram passadas pelos países que chegaram até a indústria 4.0, de modo que ele possa alcançar mais rápido essa fase da revolução industrial.

Portanto, é preciso que os empresários fiquem atentos às necessidades para otimizar o processo e alçar a indústria 4.0 no Brasil em menos tempo possível.

Indústria 4.0 e o ERP para indústrias

O conceito da indústria 4.0 visa trazer a utilização de tecnologias inovadoras para permitir que as indústrias sejam mais desenvolvidas, as fábricas possam crescer mais e a produtividade aumente.Para que isso seja possível, é preciso utilizar-se de diversos softwares que automatizem os processos, tornando-os mais ágeis e reduzindo custos de operação.

Essa automação nos processos industriais, requerido pelo conceito de indústria 4.0, necessita da utilização de softwares como o ERP, um dos sistemas de gestão mais completos que existe.

Por meio dessa nova revolução industrial, o sistema ERP para indústrias passou por mudanças para melhor atende-las.Assim, é possível que esse sistema de gestão atue nos cinco princípios da indústria 4.0, sendo essencial para que essa nova fase da indústria seja efetivamente colocada em prática da maneira mais rápida possível.

MSV Sistemas de Gestão

A MSV Sistemas de Gestão é uma empresa que trabalha com os melhores sistemas de gestão empresarial do Brasil.Se você busca um sistema ERP para automatizar a gestão da sua empresa, a MSV oferece a melhor opção do mercado com a MSV Cloud.

Como você viu, a ERP para indústrias está no futuro da quarta revolução industrial, a indústria 4.0, e ter o melhor sistema de gestão pode auxiliar bastante sua empresa nesse processo.

A redução dos custos com operações, o aprimoramento dos processos e o controle total da gestão da empresa são alguns dos benefícios proporcionados pelo MSV Cloud.

Conclusão

Como você viu, a indústria 4.0, a “quarta fase da revolução industrial”, já é uma realidade em diversos locais e indústrias do mundo.

Ela visa, por meio da utilização da tecnologia, promover automação nos processos das indústrias, de modo que elas possam crescer, desenvolver-se e produzir mais.

Uma das formas de melhorar a automação das fábricas e empresas é através da utilização de sistemas de gestão, dos quais o mais completo é o sistema ERP.

MSV

 

 

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *