Total de óbitos por Covid-19 no Brasil chega a 941

País tem mais de 17,7 mil casos confirmados
Os dados sobre coronavírus no Brasil divulgados pelo Ministério da Saúde nesta quinta-feira (9) apontaram que o país soma 941 mortes em decorrência da doença. Foram registrados 141 óbitos desde o último boletim da pasta, na última quarta-feira (8).

Ao todo, o Brasil tem 17.857 casos confirmados da Covid-19. A taxa de letalidade, ou seja, o número de mortes pelo total de casos, é de 5,3%.

O Ministério da Saúde apresentou uma novidade no monitoramento dos casos de coronavírus no Brasil. A pasta passou a utilizar o coeficiente de incidência de acordo com a distribuição geográfica das regiões de saúde. Essas regiões são formadas por vários municípios, e tem uma cidade-pólo.

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, a novidade vai ajudar gestores estaduais no monitoramento dos casos de coronavírus.

“Isso ajuda o gestor local, o gestor estadual, a entender um pouco melhor a dinâmica dos seus casos. Mas lembrando, as incidências, elas refletem a disponibilidade de testes para os casos mais leves.”

No cenário detalhado das vítimas da Covid-19, 78% eram acima dos 78 anos, e 74% apresentavam pelo menos um fator de risco. A previsão do Ministério da Saúde é que o pico da doença no Brasil ocorra entre o final de abril e o início de maio.

Diante desse cenário, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, defende a manutenção das medidas de distanciamento social em grandes centros urbanos que registram crescimento no número de casos da doença.

“Nos municípios, nas regiões metropolitanas onde o número de casos é maior, como é o caso de Fortaleza, como é o caso de Manaus, São Paulo, Rio de Janeiro, nós não recomendamos neste momento que haja algum aumento de mobilidade social nesses locais. Isso não significa que os demais também tenham que manter o mesmo comportamento.”

O Ministério da Saúde anunciou que estados e municípios vão receber o dobro da diária em UTI para a Covid-19. A pasta ampliou o valor do custeio do leito para mil e 600 reais por dia. O recurso é direcionado exclusivamente para atendimento de pacientes com coronavírus.

Para mais informações, acesse: saude.gov.br/coronavirus.

Agência do Rádio

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *