Whatsapp é o novo impulsionador de vendas nas empresas

Quando a Accenture – consultora de Tecnologia da Informação, baseada na Irlanda – lançou uma pesquisa, em 2014, sobre os desafios colocados para executivos de marketing em escala global nos cinco anos subsequentes (2014-2019), já estavam em curso as transformações que o marketing digital traria ao mundo dos negócios.
O estudo, feito por meio de entrevistas com cerca de 600 empresários de dez diferentes indústrias, em onze países – incluindo o Brasil -, mostrava que o jogo começava a avançar no campo digital, e o desafio era não deixar passar as oportunidades abertas para redesenhar as estratégias e posicionamentos empresariais, das pequenas às grandes corporações.
Antes de completar os cinco anos de previsão, o marketing digital mudou não apenas a forma de divulgação de produtos e serviços, como já está tirando do jogo de mercado as empresas que ainda não voltaram a sua atenção a ele. É o que defende o especialista em marketing digital Conrado Adolpho. Criador do Método 8Ps – ou 8 Passos para alavancar vendas de pequenos e médios negócios -, o empresário tem investido em programas de treinamento para compartilhar estratégias de crescimento de vendas em empresas de diferentes segmentos.
No final de maio, Conrado Adolpho publicou o Relatório de Alavancagem de Negócios com foco no aplicativo WhatsApp, mostrando maneiras de vender mais com baixo custo – um dos grandes benefícios trazidos pela internet. Atualmente, as pequenas empresas que mais crescem estão tomando um caminho diferente de tudo o que tínhamos visto antes: o que eu chamo de Estratégia Onffline, ele inicia o relatório.
Para ilustrar as estratégias, Conrado Adolpho dá exemplos de empreendimentos que, ao usarem o meio digital – não apenas o WhatsApp, como também o Instagram, Facebook e YouTube -, não precisaram investir muito (e, às vezes, sequer precisaram gastar) para terem alta lucratividade em seus negócios. “O segredo é gastar pouco para realizar cada venda. E você consegue fazer isso usando a estratégia onffline. Na prática, a estratégia consiste em atrair o cliente no ambiente on-line (onde é muito mais barato atrair público) e fechar a venda no ambiente off-line, explica. Como, no ambiente on-line, é possível atrair cliente com custo baixo, a empresa acaba se tornando mais lucrativa.
CELULARES (E VENDAS) À MÃO
O especialista em treinamento comercial Ricardo Cattani, da cidade de Marau, no noroeste do Rio Grande do Sul, construiu a sua carreira no mercado tradicional de vendas – o “porta a porta” e o “boca a boca” -, mas, desde abril, vem aplicando estratégias de marketing digital para divulgar os seus produtos para além do seu Estado natal. E tem se surpreendido com os resultados.
“Eu passei a entender que preciso fomentar o meu produto e seguidores da internet para fazer vendas com mais assertividade, com mais volume e mais captação”, conta o empresário no case de sucesso do qual ele é personagem, publicado no blogue do Método 8Ps. Em abril, ele participou da Imersão 8Ps – treinamento intensivo em marketing digital, de 50 horas, conduzido há sete anos por Conrado Adolpho a pequenos e médios empresários. Dois meses depois de concluir o treinamento, Cattani faturou mais de 30 mil reais aplicando apenas algumas das estratégias aprendidas e que o fizeram encher três turmas do seu curso, além das abordagens in-company.
Uma das táticas ensinadas por Conrado Adolpho – e que está detalhada no primeiro Relatório de Alavancagem de Negócios de forma gratuita – é a venda por WhatsApp, aproveitando as estatísticas da existência de 1,5 dispositivo portátil por habitante, só no Brasil, de acordo com estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), e divulgado em abril.
Para ler as táticas de vendas por WhatsApp ensinadas por ele, acesse o documento de forma gratuita:  https://conteudos.8ps.com/whatsapp-para-pequenas-empresas-v1

Divulgação

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *