Solidia Technologies ultrapassa quatro milhões de quilogramas de impacto de carbono no cimento e no concreto

Redução de emissões na produção de cimento e captura de CO2,
equivalente a 24% da massa do cimento durante a cura do concreto,
reduzindo a pegada de carbono em até 70%

PISCATAWAY, NOVA JÉRSIA, 23/04/2019 –

O impacto do carbono da produção cimento e concreto da Solidia
Technologies®
ultrapassou quatro milhões de quilos (8,8
milhões de libras) através da combinação de redução de emissões e
captura de carbono. A tecnologia da Solidia permite uma redução de 30%
nas emissões de dióxido de carbono (CO2) (245 kg) na produção
de cimento. Juntamente com a captura de mais 240 kg de CO2
durante o processo de cura com CO2 no concreto, igual a 24%
da massa do cimento, os sistemas da Solidia podem reduzir a pegada de
carbono do cimento e do concreto em até 70%.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui:
https://www.businesswire.com/news/home/20190423005978/pt/

Solidia Concrete™ CO2-cured pavers (Photo: Business Wire)

Solidia Concrete™ CO2-cured pavers (Photo: Business Wire)

“Estamos orgulhosos de celebrar o Dia da Terra com um impacto mensurável
e comprovado no meio ambiente, enquanto oferecemos um valor
significativo para a indústria, com o potencial de fazer muito mais,”
disse o presidente e CEO da Solidia, Tom
Schuler
. “Nossa tecnologia impacta os dois pontos do desafio global
de carbono reduzindo as emissões e capturando e sequestrando com
segurança o CO2 em uma indústria grande o suficiente para
mover a agulha.”

A Solidia dá um passo gigantesco que deixará uma pequena pegada. Quando
aplicado globalmente, a cada ano reduzirá:

  • a pegada de carbono do concreto em até 70%, equivalendo a 1,5
    gigatoneladas ou ~4% das emissões mundiais de CO2;
  • uso de água em até 100%, evitando o consumo de três trilhões de litros
    de água doce usada na produção de cimento Portland comum (OPC) … o
    suficiente para encher um milhão de piscinas olímpicas;
  • consumo de energia em fábricas de cimento igual a ~260 milhões de
    barris de petróleo (ou 67 milhões de toneladas de carvão);
  • aterros, na eliminação de pelo menos 100 milhões de toneladas de
    resíduos de concreto; e
  • emissões de mercúrio, óxido de nitrogênio e óxido de enxofre.

O concreto é a segunda substância mais utilizada no mundo, superada
apenas pelo consumo de água. Mais de 30 bilhões de toneladas de
concreto, contendo aproximadamente três bilhões de toneladas de OPC, são
fabricadas e usadas todos os anos. A produção de cimento é o segundo
maior poluidor industrial de CO2 representando 5 a 7% do
total de emissões de CO2 do mundo.

A Solidia transforma o CO2 em uma mercadoria global valiosa.
Dentro de cinco anos, a necessidade de CO2 da Solidia
duplicará o mercado de CO2 existente.

Utilizando as mesmas matérias-primas e os equipamentos existentes que os
concretos tradicionais, os produtos Solidia Concrete™ têm melhor
desempenho, menor valor de produção e curam em menos de 24 horas. A
Solidia está introduzindo Inteligência Artificial na produção de
concreto, uma indústria que moderniza drasticamente o processo e o
controle de qualidade.

“Estamos ampliando as tecnologias que trarão uma das maiores e mais
antigas indústrias do mundo para o século 21,” explicou
Schuler. “Nossos produtos de melhor desempenho e esteticamente
aprimorados resolvem problemas que assolam o setor, além de um perfil de
sustentabilidade superior. A indústria vai girar para a Solidia porque
fizemos a adoção de negócios inteligentes de inovação sustentável com
valor e impacto medidos e comprovados.”

Com base em Piscataway, N.J. (EUA), Os investidores da Solidia incluem Kleiner
Perkins Caufield & Byers
Bright
Capital
BASFBPLafargeHolcimTotal
Energy Ventures
Oil
and Gas Climate Initiative (OGCI) Climate Investments
Air
Liquide
Bill
Joy
e outros investidores privados. Siga a Solidia Technologies no www.solidiatech.com,
no LinkedIn,
YouTube
e no Twitter: @SolidiaCO2.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada.
As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se
referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que
tem efeito legal.

Contato:

Ellen Yui, 301-332-4135

ellenyui@yuico.com

Fonte: BUSINESS WIRE