História Mundial: Stalin tem nova biografia publicada

Uma única morte é uma tragédia. Um milhão de mortes é uma estatística.”

Líder soviético, ativista, revolucionário, ditador… O codinome “Stalin” (Homem de Aço) servia para encobrir Josef Vissarionovich Djugashvili com uma armadura, criando uma imagem de Pai para todo o Comunismo mundial.
Este livro narra sua infância na Geórgia, seu primeiro despertar político, sua vida criminosa, sua ascensão dentro do partido bolchevique e seus períodos de exílio. O autor mapeia seu surgimento como líder, sua ideologia política, os efeitos de suas políticas de industrialização, o modo como lidou com a fome em seu governo e seu uso da polícia secreta e dos gulags, especialmente durante os expurgos da década de 1930.

O livro mostra Stalin como um líder de guerra durante a Segunda Guerra Mundial e o modo como ele colocou a Europa Oriental atrás da “Cortina de Ferro” durante a Guerra Fria. O autor investiga a teoria de que o ditador pode ter sido assassinado por pessoas próximas a ele, e mostra como rapidamente as principais figuras soviéticas denunciaram o culto à sua personalidade logo após a sua morte.

Ilustrado com 180 fotos, pinturas e obras de arte.

SOBRE OS AUTORES: MICHAEL KERRIGAN é o autor de Dark History of the Catholic Church, World War II Plans That Never Happened, Hitler: The Man Behind the Monster e Enigma, entre outros títulos. Ele é crítico de literatura para publicações como The Guardian e o Times Literary Supplement. Mora em Edimburgo, Escócia.

Divulgação

 

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *