Flórida é um mercado comercial competitivo para brasileiros nos EUA

Empreendedores e representantes de pequenas e médias empresas puderam conhecer como investir na Flórida, mercador promissor nos Estados Unidos. Foto: Karim Kahn/Fiesp

Como ingressar e investir no mercado norte-americano foi tema de debate na Fiesp

 

Cristina Carvalho, Agência Indusnet Fiesp

 

Levar produtos brasileiros para a Flórida, nos Estados Unidos (EUA), é o desejo de muitas empresas brasileiras, mas a ação requer planejamento. “Os EUA são um mercado no qual não se encontra uma série de dificuldades que há no Brasil, mas, em contrapartida, é um mercado de muita competição. Por isso, uma vez tomada a decisão de investir, há de se avaliar suas complexidades. É um jogo para profissionais. Para a empresa que deseja penetrar nos EUA, via Flórida, vai ter que se preparar para isso. É um caminho árduo, mas que, no fim, vale a pena”, disse Thomaz Zanotto, diretor titular do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Derex), durante evento “Como ingressar e investir no mercado norte-americano, que aconteceu na sede da Federação das Indústrias de São Paulo (Fiesp).

O modelo de negócio mais sustentável apresentado durante o evento foi o de franquias. Segundo John Aboitiz, da FranPassport, o investimento médio a se fazer neste modelo é de US$ 160 mil.  “O PIB de crescimento desse modelo de negócio é de 5,5%, maior do que o dos EUA (2,2%). Os EUA estão cheios de oportunidades para pequenas e médias empresas e o Sudeste dos EUA é o local mais atrativo para empreender”, disse Aboitiz. O comércio entre Brasil e Flórida é de US$ 20 bilhões, segundo dados da Center Group.

O BB America’s Bank, um banco americano que faz parte do Branco do Brasil S.A, que também teve sua participação neste evento, disponibiliza uma linha de crédito para companhias que já atuam nos EUA há mais de dois anos.  “É possível abrir a conta a distância mesmo estando no Brasil, caso seja correntista do Banco do Brasil. O depósito inicial deve ser de US$ 10 mil”, contou Eveline Marins, do BB Americas.

 

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *