Documentário mostra as origens da Guerra do Contestado entre o Paraná e Santa Catarina

Um documentário revela a história sangrenta e cruel da Guerra do Contestado, entre 1912 e 1916. O conflito foi em uma extensa região de Santa Catarina até a divisa com o Paraná. O filme mostra as razões econômicas, políticas, sociais, religiosas, e a luta pela terra na grande região.
O conflito envolveu o Exército Brasileiro, Polícias Militares do Paraná e de Santa Catarina, e multinacionais que construíram a estrada de ferro e colonizaram a região com imigrantes italianos e alemães. O movimento de resistência juntou cerca de oito mil ex-funcionários da estrada de ferro, que foram demitidos após a conclusão da obra, e milhares de moradores locais. A maioria era de caboclos jagunços, expulsos de suas terras por capangas das multinacionais. Envolveu também fazendeiros, latifundiários e vaqueanos, contratados pelo Exército para combater os revoltosos.
O movimento surgiu quando o Monge José Maria reuniu seguidores em Taquaruçu, então município de Curitibanos, hoje Fraiburgo. Mesmo após sua morte no Irani, o movimento messiânico aumentou com a liderança das virgens Maria Rosa, Teodora e Francisca Roberta, a “Chica Pelega”, Alemãozinho, Bonifácio Papudo, Chiquinho Alonso, Adeodato Manuel Ramos, e tantos outros que formaram dezenas de redutos.
Armados, os caboclos enfrentaram o Estado por quatro anos, numa revolta muito maior que Canudos, anos antes, em 1897. Este documentário “Órfãos do Contestado” tem 22 minutos e meio. Foi produzido inteiramente com recursos próprios e gravado com Iphone.

 

Dirk Lopes, produtor do documentário,  é jornalista em Curitiba, trabalhando hoje na pauta e produção da TV Band Paraná. Passou também pela RPC (TV Globo no Paraná) onde tinhas as mesmas funções, com destaque para as reportagens investigativas. Ele é de Santa Catarina e conhecedor da história de seu estado. Contato:  dirklopes@gmail.com

 

 

 

Clique aqui para encontrar o grupo “Memória de Santa Catarina” no Facebook. Ao abrir a página, clique em “participar do grupo”. E ajude a contar a história catarinense.

 

 

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *