Contratações pelo Plano Safra chegam a R$ 108,5 bilhões em seis meses

Montante equivale a metade dos recursos do plano 2019/2020
Os empréstimos do Plano Safra para produtores rurais somaram R$ 108,5 bilhões no período de julho a dezembro do ano passado. O montante representa aproximadamente metade dos recursos programados para o plano no período 2019/2020. O balanço com os número foi divulgado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Do total tomado de empréstimos, R$ 28,5 bilhões foram em operações de investimento e R$ 80 bilhões em operações de custeio, comercialização e industrialização. De acordo com o ministério, os financiamentos de custeio, que responderam por mais da metade do total das contratações de crédito rural nesse mesmo período da atual safra, tiveram um aumento de 5%, se situando em R$ 61,3 bilhões.
“Em relação às contratações de investimento, o aumento foi de 19%, sendo que no âmbito do Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor Rural (Pronamp), que atingiu R$ 1,47 bilhão, essa expansão foi de 49%, liderada pela utilização de recursos da poupança rural equalizada e pelos recursos obrigatórios, cujo acesso foi plenamente liberado para os médios produtores, no âmbito deste programa”, disse o ministério.
A pasta divulgou ainda que foram beneficiados com recursos adicionais o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), que recebeu um aporte auxiliar de R$ 874 milhões e o Pronamp, cujo acréscimo nos recursos chegou a R$ 614 milhões.

Agência Brasil

 

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *