CAPAL produz 170 mil sacas de café na safra 2019/2020

Colheita do grão foi concluída em agosto, com 4.270 hectares que abrangem os municípios de Carlópolis, Taquarituba e Fartura; cooperados tiveram aumento médio da produtividade de dez sacas
Cooperados da CAPAL produziram 170 mil sacas de café na safra 2019/2020, média de dez sacas a mais por hectare que no período passado. A produção média foi de 40 sacas por hectare, apesar da falta localizada de chuva, contra 30 em 2018/2019. O café, que teve a colheita concluída em agosto, é da espécie arábica, com 80% formado pela variedade Mundo Novo.
“As chuvas da safra 2019/2020 foram boas comparadas a 2018/2019, época que foi muito seca e de altas temperaturas. As lavouras para a safra 2020/2021 estão preparadas, e tudo indica que teremos uma excelente safra”, explica José Ryoti Nakabayashi, engenheiro agrônomo e supervisor de café da CAPAL.
A cooperativa cultivou uma área de 4.270 hectares de café nesta safra, nos municípios de Carlópolis (PR), Taquarituba (SP) e Fartura (SP), com 3.337, 1.497 e 859,7 hectares, respectivamente. A CAPAL tem 273 associados produtores do grão.
“A qualidade do café é excelente. São produtores de alta produtividade e assimilaram o trabalho que a CAPAL faz na região. Eles saíram de uma cafeicultura tradicional, em que se produzia de 18 a 20 sacas por hectare para 40 a até 60 sacas de média”, destaca Ryoti.
Nos municípios atendidos pela cooperativa, os associados são considerados referência nacional em produtividade, desde o pequeno produtor, que tem apenas um hectare, até o grande produtor, que fica na faixa dos 400 hectares de café.

Sobre a CAPAL Cooperativa Agroindustrial


Fundada em 1960, a CAPAL conta atualmente com mais de 3 mil associados, distribuídos em 20 unidades de negócios, nos estados do Paraná e São Paulo. A cadeia agrícola responde por cerca de 70% das operações da cooperativa, produzindo mais de 640 mil toneladas de grãos por ano, com destaque para soja, milho, café e trigo. A área agrícola assistida ultrapassa os 140 mil hectares. O volume de leite negociado mensalmente é de 9 milhões de litros, proveniente de 360 produtores com uma média de produção de 2,5 mil litros por dia. Além disso, a cooperativa comercializa mais de 27 mil toneladas de suínos vivos.

 

Redação

Portal Brasil Empresarial: Notícias sobre a economia, o Brasil, empresas e empreendedores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *